25 de fevereiro de 2011

Irmão ♥

Chegou a hora em irmão? Quem diria.
Depois de tanto planejar, de tanto querer... Chega o momento em que sua vida evolui mais um pouquinho e aumentam as responsabilidades, as felicidades também.
É engraçado como a gente sempre ficou falando que faltavam meses, muitos dias... Mas hoje, a poucas horas do seu casamento me sinto com um nó preso na garganta. Claro que estou radiante de felicidade por você, sei o quanto a moça do sorriso bonito te faz bem e tenho certeza que cuidará bem de você. Mas, desculpe o egoísmo. Estranho te ver sair de perto de mim assim. Estranho não ter por quem esperar de noite e por quem ia toda noite dormir no meu quarto e falar comigo no meio da madrugada coisas que não faziam sentido.
E um filme vem na minha cabeça agora. Acontece o mesmo com você?
Fico lembrando de todas as travessuras de criança, de todos os nossos risos, choros, pirraças, sonhos e canções juntos. Lembra do dia da vela? Que caiu toda em você e um pouquinho só em mim, eu berrei horrores e você ficou aguentando a dor em silêncio, tão pequeno. E da vez que você me ensinou a tocar a minha primeira música no violão, paciente, me fazendo realizar um sonho? Ou quando irmão, a gente saia andando pela rua rindo de qualquer coisa e quando eu te ouvia fazer planos. Quando passávamos a noite tocando naquele banquinho em frente ao nosso antigo apartamento, nos sentindo livres.Quando choramos juntos por eu não poder estar presente no seu dia mais especial, ou quando você foi o mais paciente e razoável e conversou comigo quando estive no meio dos meus piores erros. Quando você me abraçou sempre que algo não ia bem, e me confortou, me deu a sua força. Todas as suas palhaçadas e bobeiras que me fazem rir tão de graça.
Sentirei falta.
Talvez eu não tenha dito a você com tanta regularidade durante esses meus 18 anos o quanto você é especial para mim. Mas sei que você sabe. Você é o meu mais velho, o menino que já virou homem tão rápido. Que surpreendeu a todos nós e mostrou sua força, trabalhou, batalhou e vem vencendo. Meu orgulho de sempre, quem sempre fiz questão de mostrar. O que amo, que sempre vou amar.
Não imagina como é bom te ver trilhando o caminho para sua felicidade!
A cada dia que passa descubro que o amor é lindo, mas o amor que existe entre pessoas da mesma carne, vindos do mesmo lugar é um amor surreal. Amor que não mede nada, que não separa nada e que te faz querer cuidar do outro pra sempre.
Entre uma dose de felicidade e uma outra de saudade antecipada, te digo meu irmão, que a Deus e seus anjos eu peço que o abençõe a cada dia nessa nova caminhada, que seus pés sejam sempre levados para o caminho certo e que sua vida seja repleta de FELICIDADE e AMOR. 
Sei que estás em boas mãos.
Mesmo que já não debaixo do mesmo teto, estarei perto de ti, não importa por onde estejamos. Estarei com você ligada ao seu coração, sua mente e seu corpo também. Olhando, mesmo que de longe, a sua felicidade e sendo feliz por isso também.
Para você, tudo de melhor.
Eu te amo inexplicavelmente e será assim para todo sempre.


(Praia do Forte - Bahia || 2007)


7 comentários:

Luan Fernando disse...

Eu sou filho único, por isso nunca sentir esse maravilhoso sentimento, porém considero que seja a mesma coisa que sinto pelo meu melhor amigo, aquele que também nos importamos, ajudamos, e apoiamos.
Acredito que ele está indo por um belo caminho, cheia de carinho e amor, desejo toda sorte para ele, como seu irmão sei que ele merece.

Inercya disse...

Devo dizer, Jéssica, que o texto que acabei de ler me encantou de uma maneira que não sei explicar. Não foram só as palavras, mas o jeito que você o escreveu e a emoção que pôs nele. Imagino que você esteja num estado triste e ao mesmo tempo feliz. Triste por não tê-lo mais em sua casa e feliz por ele tá realizando os sonhos dele e como você disse, tornando-se um homem. Eu fiquei nesse misto entre felicidade e tristeza quando minha irmã viajou pra morar fora. Mas é assim que acontece. Felicidades para o seu irmão.
um beijo :*

Deyse Batista disse...

Fiquei com invejinha do seu relacionamento com o seu irmão. Parece ser tão lindo e incondicional, bem diferente do que eu tenho com o meu. Enfim, parabéns pra ele e muita sorte nessa nova fase.
Beijos.

Minne disse...

Que coisa mais linda Jéssica, eu não tenho irmão nem irmã, mas tenho uma prima mais velha que mora comigo desde que me entendo por gente, e ela concerteza é uma irmão para mim. Sempre senti tudo isso o que está sentindo agora, fico à pensar como vai ser quando ela sair de casa, não vou ter mais aquelas noites passadas onde ficávamos horas e horas comentando coisas aleatórias no quarto e rindo muito. Mas, por outro lado, eu sei que ela sempre estará lá quando eu precisar, e eu sempre estarei aqui pra ela, a distância não vai nos separar por inteiro e o amor continua. Perfeito viu ?

Erica Ferro disse...

Ai, é legal e igualmente nostálgico ver como o tempo rápido, como as pessoas crescem e trilham novos caminhos de quando em quando. Ah! Agora me bateu uma nostalgia do meu passado.

Muito bonito seu texto, Jéssica Trabuco. ;)

Beijo.

Dayane disse...

Hoje em dia, tenho por meu irmão um sentimento tao intenso!Tbm o amo!Bjo

may disse...

Ain gente >.<
Sou mais velha que meu irmão, mas não gosto nem de pensar quando isso acontecer, sou ciumenta!
Mas quando a gente ama uma pessoa, o que importa é ve-la feliz né?
beeijooo :*