23 de fevereiro de 2016

Ela é ariana...


Arianos tem pacto com o diabo, costumo dizer. Aliás, mais que isso, afirmo sem relutar que são filhos do mesmo. Não é possível! São tão cheios de si, práticos demais! Não pensam duas vezes antes de usarem a sua formosa grosseria. Não têm tempo para "mimimi", odeiam rodeios, gostam de ser os donos da situação. Mandões, chefões. Mas sem coração? Não. Olha, eu nem imaginei que um dia escreveria pra você. Acredite. Mas, o que digo é pura verdade. Estava aqui recordando de todas as vezes que me carregou quando eu quis cair, e pensei 'que ironia louca essa', de ter tido você pra ser a minha força, pra ser a minha ajuda maior. E nem vem fazer essa cara de "ai que saco" ou de que não está nem aí, e que você não suporta tanta melação. Arianos tem coração e você não é diferente. Você é daquelas que assusta qualquer um. Olha sério, quase não sorri, é forte, é rígida, é impaciente. Quem é que não vê, meu bem, que isso tudo é só uma casca? Está para nascer gente assim tão mais leal a quem se ama, que roda o mundo se for preciso para cuidar daquele seu. Você e sua mania de achar que eu posso ser mais forte do que sou. Que me diz coisas que doem, só para me preparar para o pior. E eu estava aqui lembrando aquele outro dia que a gente ouvia Jhoony Hooker tocar na TV, enquanto o cigarro e as nossas bebidas (eu com a coca-cola e você com a sua breja), faziam parte de todo aquele ritual. O compartilhar de frustrações, dos medos, dos desejos, as nossas gargalhadas estrondosas e aquele nosso olhar que diz mais do que um monte de palavras. O beijo que me deu na testa antes de dormir, me disse o quanto eu tinha aportado ali. E de tanto o mundo ser de plástico e ligeiro, a gente as vezes tem medo de se entregar a um sentimento tão bom. Quem faz amigos hoje em dia? É tão difícil! Mas aí você com todo esse calor do fogo ariano chegou, e o meu mar e as minhas baboseiras de canceriana nata, transformaram o nosso eu em algo maior: amizade, parceria, companheirismo. E é tão bom olhar pra alguém e ver sinceridade, ver cumplicidade! Quanto tempo não sei o que é isso assim. As vezes você é muito irritante, principalmente quando eu tô há horas falando algo profundo e você nem responde, só me olha torto e faz "tsc". As vezes sua grosseria me destrói, eu sei que sou sensível demais, mas dá um crédito aí. Mas saiba que a sua felicidade me deixa contente! Que seu coração batendo certinho, me alegra muito. E que quando estás triste eu fico com o coração apertadinho. Não sei por onde as nossas vidas nos levarão, sei que o mundo lhe pertence e logo, logo você vai voar. Mas entenda, filhote de cruz credo, que sempre acharás aqui um porto, um abraço, um aconchego e um monte de risadas pra gente dar. Você terá pra sempre a minha alegria e a minha torcida. E sim, vá se acostumando e se preparando, que quando eu casar, você será a minha madrinha. Te amo, mas é amor mesmo! Coisa de gente, de humano, de amiga, de quem sente. E por mais que você nem me diga nada depois de ler essas minhas linhas tortas, eu sei que é recíproco. Que ironia, a canceriana virar amiga da ariana. Mas é assim, a vida é boa porque nos mostra que "o impossível é só questão de opinião".

Um comentário:

Chris Oliviery disse...

MAS BRAZEL????!!! Sua missão é me fazer chorar?
Você é uma coisa linda de se viver, vale a pena suportar todo o seu mimimi e chatice em troca disso tudo que você é, tem e me proporciona.
Jel, tudo é reciproco e que bom que mesmo com toda a minha estranheza consigo transmitir. Toda a felicidade do mundo para você ainda é pouco, mas sei que a vida tem o melhor para ti, pessoas do bem sempre brilham mais.
Quanto ao seu casamento, se eu não for madrinha, você não casa! TSC!
Juro que vou tentar ser mais paciente e fofinha com você.
JURO! (dedos cruzados).