14 de maio de 2013

Só de você



E hoje eu só preciso de você. 
Do seu cheiro grudado na minha pele, de jeito que nem banho tira. Do seu sorriso provocando meu pescoço ali de perto. Das suas mãos passeando no meu corpo, do seu olhar me amando feito louco.

Preciso da sua gargalhada enquanto brincamos de ser criança, enquanto somos nós, com nós e sem mais ninguém. Preciso da fé que tem em mim e que me faz até acreditar que sou uma pessoa especial. Preciso do seu colo, de você no meu colo, do seu cabelo feito dread, das minhas mãos em volta de você. Preciso da gente com todos os nossos gostos, com o nosso desejo louco, com a nossa alegria de viver. Preciso da gente, apaixonada, louca, alucinada, sem ter hora pra perder. Preciso da gente, de novo, do novo que talvez seja o velho que se perdeu. Preciso do seu amor de carne e osso, de espírito. Preciso do seu gosto na minha boca, doce feito jujuba. Preciso da gente de conchinha, sem querer sair da cama, deixando que o sol espernie lá fora que já é hora de levantar. "Espera mais um pouco, a gente tem que amar". Preciso dos nossos planos, afetos, cantos, e conversar. Preciso da gente de novo, do nosso amar. Preciso de você, mais que de mim, mais que a mim. Preciso sempre te amar e receber o seu amor em mim. Preciso de você, que já está em mim, que sou eu também, mas só me completo com você. Só preciso, não é só querer. Dá pra entender?

Um comentário:

Ariana disse...

Eu preciso dele aqui em todos esses momentos descritos no seu texto,mas sem essa dependência.

Belo texto!

Beijos