6 de outubro de 2015

#BláBláBlá


Nada mais fazia sentido, nem mesmo estar ali.
Senti frio na barriga quando concordei, e de repente eu estava frente à frente com você.
O tempo que passou longe foi uma eternidade.
Como sobrevivi?
E em meio ao choro fujão, e àquela dor insuportável, eu fiquei imaginando que sentido faria ficar longe de quem a gente ama, e que sentido faz todas essas regras de relacionamento que inventaram...
Sou tão sua!
E o nosso abraço desesperado, junto às lágrimas, e o beijo que saiu, como se a gente implorasse para que o mundo voltasse para o lugar. Será que dá? Será que vai?
Seu cheiro veio embora comigo, e meu coração apertou ainda mais.
Não vou deixar de te amar, nem hoje, nem amanhã, nem nunca mais.
É difícil de aceitar, de entender, de compreender, mas parece mesmo que a vida nos levou para lados opostos. Que o outro te faça feliz.
E quem sabe um dia poderemos nos ver pela rua, e ao menos um abraço sincero nos dar.
Você está gravada em mim, tatuada no meu nome e no meu coração.
O tempo nem sempre muda alguma coisa.
Estou refém de tudo que ficou.
Do amor, dos planos, sonhos, das brincadeiras, e de todas as nossas pequenezas...
Não vá esquecer. 
O mundo dá voltas, e quem sabe a gente não se vê?
O aconchego do seu colo me faz falta, assim como o seu cheiro.
As suas mãos na minha, me mataram, porque eu não sabia se no outro dia teria de novo.
Seu olhar me disse tantas coisas, e eu só queria poder fugir com você.
Não acredito que nada faz sentido.
Mas, como vai ser?
É ruim perder a direção, e admitir que alguns versos não são mais pra mim.
Mas e aí?
O nosso amor valeu.
Mesmo desse jeito, sem jeito.
Mesmo com essa dor.
Valeria em mais outras vidas, e nessa também.
Mas como será?
Será que dá?
Será que vem?
Será que vou?
Amar é raro, e o amor ficou.




Um comentário:

Erica Ferro disse...

Ohn! Vi tanta verdade e sentimento nesse texto!
Eu espero que o amor volte para os teus braços e abraços.
Espero, mesmo, que o mundo gire e te traga o teu amor de volta. Porque você é uma linda e merece viver um amor enorme, cheio de paz, de felicidade e de leveza.

Um abraço, Jéssica!

Blog || Fan Page