3 de dezembro de 2009

Ah a minha independência!


Todo mundo achava que aquela seria só mais uma manhã de domingo. Aquela mesma onde a família decide acordar mais tarde para descansar daquele trabalho todo da semana.
Mas para mim não. Aquela manhã tinha o cheiro de liberdade que eu tanto desejava, parecia que o céu estava mais azul, e nem o calor infernal dos domingos eu estava sentindo.

Já tinha planejado aquele dia meses antes, e nem acreditava que ele tinha chegado.
-É hoje! Sorri realizada.

Meu quarto já estava vazio, só a escrivania ainda continuava lá, já que agora ele seria um escritório para meus pais.
Arrumei minhas últimas coisas que cabiam na minha mochila, coloquei minha música favorita no mp4 e disse um adeus tão baixo que nem eu mesma tinha escutado.

Meus pais não estavam lá nesse fim de semana, e era melhor assim. Eles nunca tinham aceitado essa minha escolha, só eu sabia o quanto isso era importante pra mim.

Lá fui eu, como sempre quis, levando a mochila nas costas e muitos sonhos.

Aquela caminhada da minha antiga casa à nova foi incrível! Meu corpo parecia mais leve e meu rosto refletia uma alegria que estava difícil de conter. Logo eu estava na frente da porta da MINHA casa. Parei um pouco e respirei fundo. Minhas mãos estavam trêmulas e as chaves faziam aqueles barulhinhos que naquele momento eram como música aos meus ouvidos. Virei a maçaneta e lá estava eu, na MINHA casa.
Meu sonho estava alí, eu não precisava mais esperar a noite chegar e fechar os olhos para viver aquele momento, o sonho tinha se tornado real!
Só que aos poucos a frase que minha mãe tinha me dito logo que falei da mudança, não saia da minha cabeça. "A independência não vem sozinha, vem acompanhada de grandes responsabilidades". E não é que ela estava certa? Afinal, as mães sempre acertam. E junto com todo aquele sonho eu aprendi a tocar os pés no chão, e me vi rodeada de contas, me vi tendo que me virar com a comida (eu nunca fui boa na cozinha), com a limpeza, tendo que economizar meu dinheiro... Confesso que no começo eu tomei um susto e chorei muito. A gente quando sonha nunca pensa nas dificuldades não é? Está aí o erro.
Mas hoje, aqui, na minha casa, eu sou a mais feliz!
Consegui controlar meu dinheiro melhor, sou uma grande chefe na minha cozinha e por incrível que pareça: minha casa só vive limpa e cheirosa (é minha mãe também não acreditou).
A gente só aprende a viver quando anda com as próprias pernas, e ter independência, liberdade, é o mesmo que aprender a viver nesse mundo louco.
Não é fácil, mas é gostoso e vale muito a pena.
Quer saber? Não troco essa minha independência por nada nesse mundo.

Pauta para o blorkutando.

--------------------------------------------------------------------------------------------------

Eu preciso dizer que AMEI escrever esse post para o blorkutando, é um assunto que gosto tanto de falar, é algo que almejo tanto! *---*
Gentee.. mais uma vez OBRIGADA pelos comentários.
Só avisando, amanhã é minha última prova, mas eu vou pra recu de matemática, esse fim de semana é ENEM e dia 21/12 eu tô indo para o Rio de Janeiro *---*

Talvez fique um pouco em falta aqui... mas prometo que vou me esforçar muito para responder os comentarios e não deixar de postar.

Ah... me sigam no twitter: @jessicatrabuco eu fazendo propaganda U.u

11 comentários:

Luan Fernando disse...

Gostei, realmente a independência não é algo nada fácil, porém é essencial se queremos crescer em nossas vidas.

Beijo.

Ps: Vou te seguir no Twiiter.

Henrique Miné disse...

sabe, todos dizem serem loucos para conseguir independência e tal, não sinto muito isso.

acho que, sei la, primeiro eu preciso é ter dinheiro, depois peenso nessas coisas, se for tao bom assim como voce diz! *--*

Matheus disse...

A liberdade de fazer o que quer é realmente muito boa, mas o problema é que as consequencias são respondidas por você e não mais por seus pais. Os problemas passam a cair em suas costas e as responsabilidades de se estruturar financeiramente, de pagar as contas em dia, passa a se voltar a você, enfim.. Mas quando se tem uma pessoa ao lado é bem melhor e mais fácil passar por tudo isso.
Gosteii do texto moça.
Beijos.

ps; vou t seguir no twitter

Fernanda disse...

e tem coisa melhor que se sentir assim? indepedente...


boas provas!

Caroline Farias disse...

Idependecia é uma coisa que todos desejamos...

beeijo

Blanca disse...

Gostei bastante do texto, espero que consigas uma boa nota/colocação! Boa sorte! :**

Felipe disse...

É, morar por conta própria é um divisor de águas na vida de qualquer um, e é mais fácil do que parece. Apesar das dificuldades, cada conquista tem um sabor especial

abraços

Rafael Ayala disse...

Uma vez eu vi algo assim: liberdade significa responsabilidade, por isso tante gente tem medo.

E vai chegar o momento da casa própria, da liberdade e tudo o que vem junto com ela. E vocÊ vai aproveitar bem ,tenho certeza.

E boas provas, espero que dÊ tudo certo. Vou ficar sempre aparecendo por aqui.
Beijos!
=]

disse...

Eu adoraria também ser independente assim, mas é claro que a responsabilidade pesa demais né? A maioria não pensa nisso, porque a liberdade é muito sonhada!

Princesa Moderna! disse...

Adoro a independência... Lindo o jeito que vc escreveu sobre ela... beijos

тαмуℓαηє disse...

Realmente amei o texto amiga!
Muito linda sua visão!