2 de dezembro de 2010

A menina do armário

Lá está ela, mais uma vez caminhando para aquele armário.
Era um armário grande, aparentemente feito de uma madeira bem firme, era como se nada pudesse tocá-lo, quebrá-lo... atingi-lo.
Há muito tempo eu a observava, ela sempre abria aquela porta pesada e entrava naquele armário. Não sei bem, mas ela ali, era como se nada pudesse tocá-la também, nada poderia atingi-la.
- Por que se trancar naquele armário se o mundo aqui fora te deixa ser livre?
Perguntei diversas vezes àquela menina de cabelos vermelhos, mas ela não me respondia. Olhava perdida para o nada, as vezes uma lágrima descia, mas nunca me respondeu absolutamente nada.
Um dia, enquanto eu estava distraída, a menina do armário pegou na minha mão e me levou junto com ela para o seu grandioso quartel. Confesso que fiquei um pouco receosa, mas a curiosidade de saber o que tinha lá dentro me fez seguir.
Assim que adentrei naquela fortaleza fiquei espantada. Lá dentro parecia haver um mundo bem diferente do que a sua forma antiga lhe lembrava. Era um mundo colorido, sensível e encantado. 
-Lá fora não há liberdade, na verdade, liberdade não existe. Me tranco aqui, nessa grande fortaleza, para ninguém tentar me machucar, para ninguém me ferir. Aqui é mais seguro que lá fora. É mais seguro verem as portas pesadas e indestrutíveis desse armário, do que perceberem que ele na verdade é sensível, como eu.
Fiquei encucada com o que a menina me falou.
Ela usava aquele armário de armadura e tenho certeza que quase ninguém entendia o significado de estar naquele armário tantas vezes.
O que sei, menina do armário, é que o mundo é mesmo muito cruel, mas de qualquer jeito temos que aprender a viver aqui fora também, talvez "alguns alguéns" te mostrem que do lado de cá também dá pra se mostrar e viver feliz, mesmo que com uma liberdade inventada.
Sabe o amor? Pois é...




Oii :) 
Hoje eu fiz esse post inspirada em uma conversa no twitter... Eu (@jessicatrabuco) e a @JamRibeiro26 estavamos abuzando nossa amiga @JucyMorissette. Ela foi arrumar o armário, e pronto! Nossas mentes maléficas e que trabalham rápido começaram a funcionar, surgiu o apelido #MENINADOARMARIO e o post, que vamos ser sinceros, está fofinho não é?
Espero que gostem e entendam o que realmente quis dizer com ele. Essa aí na foto é a homenageada :)
Um beijo grande, e obrigada por estarem sempre comigo.

ps: espero que não me mate @JucyMorissette ! s2


11 comentários:

Jamile Ribeiro disse...

Adoreiiiii o post... Rsrs a foto ta lindinha.. Mais a pergunta fica... O que ela tanto faz nesse armário?????hauahau

San disse...

Lindo post e me faz refleitir se diante de cada mudança não nos transformamos nessa fortaleza ai chamada de armario isso aos olhos dos outros... pq na verdade somos pequenos e senciveis bks lindo

Juliane S. Rocha disse...

Muitas vezes é só disso que precisamos, um armário que nos lever desse mundo, que nos faça imaginar, pois sonhar nos faz viver.
Beijos...

Henrique Miné disse...

me lembrou três coisas, uma até óbvia, foi Nárnia.

Outra coisa é uma música chamada justamente...Liberdade, do MAarcelo Camelo e que eu gosto MUITO.

E terceiro...Marx, de novo, ahah. Mas acho que daí já é culpa da faculdade me endoidaando...

muuito bonito o post!

Beeeeijos.

Jucy disse...

Olha eu aqui... *----* Indo texto amei viu, tem futuro! rsrs =]
e isso é tudo verdade, obrigada por me conhecer e gostar de mim do jeito que sou. =] B'Ju

*Mi§§ §impatia* disse...

Ah todo mundo precisa de um cantinho pra meditar...colocar as ideias em mente.......acho que o dela é o armario rs
Beijos.

Sabrina O. disse...

flor, tem desafio pra tu no meu blog viiu?
beeijos

Minne disse...

Que fofo, adorei ! às vezes a gente cria uma fantasia pra fugir da nossa realidade, que na maioria das vezes é mesmo triste. Mas eu penso que a gente pode mudar o mundo ainda, se quisermos, e fazer uma realidade bem melhor do que a que temos hoje.

Inercya disse...

Nossa, que bela inspiração! Ficou lindo o conto. Bem encantada a história e diferente também. Às vezes inspirações assim, que vem do nada ou de conversas hilárias, trazem ótimas histórias. Gostei muito! :D
;*

Rodolpho Padovani disse...

Sou meio que um menino do armário tbm, crio meu próprio mundo, usando-o como fortaleza e deixando quem tá de fora sem saber o que se passa, preciso abrir as portas desse armário para as melhores pessoas.
Muito lindo, tenho certeza que a menina do armário vai gostar, haha

Bjs =)

Renata disse...

O mundo é muito mais bonito dentro do armário (da nossa imaginação), mas aqui fora também é lindo. O problema é o seguinte: o nosso mundo é... real.