31 de janeiro de 2011

Enfim, livre


É que hoje me senti tão feliz.
Sabe quando você, por meses, se sente aprisionado a um sentimento que só te faz mal?

Não é só daquele amor não correspondido que falo, mas é aquele achar que certas coisas são bacanas, que certas pessoas são o que você quer ser e sem querer você acaba perdendo o seu encanto e se deixar ser como aquelas pessoas?
Por muito tempo me importei de mais, quis ajudar demais, amei demais. Não tinha conseguido ver um palmo à minha frente. Toda a magia que eu carregava comigo estava se esvaindo e invés de ajudar aquelas pessoas eu passei a me sujar com toda a lama.
E aí, depois de um tempo, eu conseguir olhar para eles e me senti um E.T, me senti estranha, foi muito bacana.
A melhor coisa é saber que você é muito mais que aquilo, e que aquelas felicidades passageiras nunca foram para você.
"Você se contenta com pouco menina, você merece muito mais."
E é isso! Mereço muito mais e vou ter muito mais.
Por desespero, queremos a felicidade instantânea e acabamos nos perdendo por aí. Sem saber que a felicidade de verdade está ao nosso alcance, só é necessário sensibilidade para notar.
Finalmente me sinto livre de todos esses sentimentos que me aprisionavam.
Pois agora, não me importo com mais nada, o meu foco é a felicidade.

9 comentários:

Inercya disse...

Tá bem mais que certa! A liberdade à tais sentimentos assim é uma boa coisa de ser alcançada. Isso se chama alívio. E claro, todos nós merecemos muito mais. :)
;***

Minne disse...

Isso mesmo, temos que dar valor à quem nos é realmente importante mas também temos que viver nossa própria vida, se libertar de pequenas coisas que se tornam grandes bolas de neve depois e vão nos enforcando cada dia mais. Sem se importar, só ser feliz. Belas palavras Jéssica !

●๋• тнαi иαรciмєитσ disse...

OH, sensação boa! Parar de olhar os problemas, o que está dando errado, o que poderia ser melhor e focar em ser feliz é a melhor decisão que se pode tomar.

Buba. disse...

Parece que foi o destino eu ter vindo parado aqui. Quem sabe assim eu abra os olhos e perceba o que realmente importa.

Rafaella disse...

A felicidade no próprio "eu", principalmente. Essa é a busca perfeita.
Adorei o texto =)

αmαndα ツ disse...

A busca pela felicidade. Falou tudo!
*-*

Passando para avisar que tem uma promoção no meu blog!!

Link: http://www.primeiro-livro.com/2011/02/sorteio-de-2-livros-marcador-300.html

Serão três ganhadores, 2 livros e um marcador! Participa, vai? É muuuuito fácil!!
Beijo!

Fernand's disse...

passei por isso esses dias... sabe o que ganhei?

eu de volta! rsrs



bjs meus.


adoro teu blog!

Lúu Almeida disse...

Amei tudo aqui e ri muito com a ideia do nome do teu universo. Lindo!
Estarei sempre por cá desde já! ; )

Flores!

Aline V. disse...

Foco na felicidade é o que há! =]

Tu é Baiana é??? Que terra mais feia que tu mora heim??? Hehehe... tive a oportunidade de conhecer um pouquinho de Salvador, Ilheus e Porto Seguro... Simplesmente PERFEITOOOOO!!!!

=]

Beijãoooooo