30 de julho de 2010

Porque no fim saberei e terei certeza de quem fez a sua parte.


"Se alguém perguntar por mim
Diz que fui por aí
Levando um violão debaixo do braço
Em qualquer esquina eu paro
Em qualquer botequim eu entro
Se houver motivo
É mais um samba que eu faço"


Em meio a idas e vidas, encontros e desencontros, percebo que o tempo, como dizia aquele jovem rebelde que queria mudar o mundo, nunca pára.
E se o tempo não pára, se ele passa devagar, o que me adianta chorar? O que me adianta sofrer, cair e sentar, enquanto eu posso correr de novo, lutar, sorrir, cantar e ganhar?

Eu não, não serei vencida pelo cansaço. Serei vitoriosa no mundo em que me faço.
Se sou sonhadora ou besta demais, me deixa assim... Sou diferente, sou feliz.
E no final
saberei e terei certeza de quem fez a sua parte, enquanto outros corriam feito loucos, tentando ocupar o vazio no peito que nunca se preencherá com alegrias sem verdades.
Quando perguntarem por mim diga que estou por aí, soltando sorrisos pelas ruas, contando histórias para aqueles que não acreditavam mais em contos, cantando mundos mágicos, ensinando os outros a amar.
Serei mãe, amiga, irmã, tia de todos os que precisarem de mim, serei mágico e palhaço.
Porque no fim saberei e terei certeza de quem fez a sua parte.
E continuarei aqui a sorrir, contando e fazendo ser, em meio a tons e notas, acordes e cordas de violão, sorrisos e caretas, olhos fechados e trança na cabeça, pulseiras coloridas no braço, proteção no pescoço e liberdade na alma.

Porque no fim
saberei e terei certeza de quem fez a sua parte.

ps: pois é sou eu na foto =x Como estão vocês meu povo?
Oh, um obrigado aos comentários viu? Tô passando no blog de vocês já já ;)
E uma dica bem legal de leitura para vocês é o meu blog com a minha amiga @Chayguerreiro, o #desconsertando, espero a visita de vocês lá também viu?
Um beijão e um ótimo fim de semana para todos. õ//


11 comentários:

Erica Ferro disse...

Trabuco, que texto lindo, que texto livro. Gostei!

Ser assim, tão puramente, é o que precisamos fazer sempre.

=**

Daninha disse...

tentando ocupar o vazio no peito que nunca se preencherá com alegrias sem verdades.
Pois é >.<
Amei o texto
Beijos

Rodolpho Padovani disse...

Gostei muito do texto, e a tem q ser assim mesmo, a gente vivendo a nossa vida, tendo a certeza de que, pelo menos, fizemos a nossa parte...

Bjs =)

Henrique Miné disse...

"deixa eu brincar de ser feliiz, deixa eu pintar o meu nariiiz.."

Saaca? *--*


beeeeeijos!

Juliana Oliveira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Juliana Oliveira disse...

Amei o seu texto. Não conhecia o seu blog. Agora, vou passar a vir aqui. Linda foto no violão. Seus textos são tão soltos. Bjão
Volte sempre

Carolina Hermanas disse...

Que vontade de aprender a tocar violão.AHAHAHAH
-
AAAH,tu está mais do que certa.Melhor sorrir do que chorar :D


Beeijinhos ♥

Princesa Moderna! disse...

ai que show! vc tbm toca violão?
que máximo. eu tbm toco (ou melhor... tocava) antes de fazer facul :D
beijos

Thiara Ribeiro disse...

E no final saberei e terei certeza de quem fez a sua parte, enquanto outros corriam feito loucos, tentando ocupar o vazio no peito que nunca se preencherá com alegrias sem verdades.


Muito bom!!!!

Ana Agarriberri disse...

Olá! Tem selo pra vc lá no Molhe-se... Belo blog. Beeejo,beeejo.

Ana Agarriberri disse...

Olá! Tem selo pra vc lá no Molhe-se... Belo blog. Beeejo,beeejo.