16 de maio de 2011

Passa?


Vai doer, sangrar e confesso que nem sei quando vai sarar
Talvez nunca sare, mas ameniza a dor
Ou será que se acostuma?
Custa caro, mas é a sua felicidade
Dói, mas faz feliz
É só entender que tem coisas que não se podem perder
Outras que não dá para abrir mão
E que essas juntas não poderão ficar
Duas partes que preenchem um ser
Mas não podem se ver
Dói, mas disseram que um dia passa

10 comentários:

Valdicéia Mendonça disse...

Lindo!!!!
E tomara que passe, não quero te ver triste.
Beijos no sue coração.
se cuide!!!

Ana Flavya disse...

Não sei se passa 100%, mais chega uma hora que sai do centro da atenção e melhora. Beeijos !

Elania disse...

É também me disseram que passa, é triste, dói, passa, ainda tou tentando ver se passa...
bj

C. disse...

Com certeza, tudo passa!

Beijo!

Fernand's disse...

ahhhhh, passa.
para isso é preciso contar com o velho e bom amigo tempo. além, claro, da vontade própria. senão, é igual viciado que não quer largar a droga.

=)



bjsmeus

Marcelo R. Rezende disse...

Você é uma linda e essa poesia é perfeita.

mfc disse...

Tudo passa... acredite!

Emi disse...

Passa sim. E se não passa, ao menos nos acostumamos e conseguimos viver a vida tranquilamente, como antes.
Beijos! Fica bem, conterrânea querida!
;*

Anônimo disse...

Se as duas partes preenchem o ser é porque as duas com certeza são importantes para você. É uma situação delicada. Porém, só você para refletir e encontrar a sua resposta. O que que de forma alguma você pode deixar para trás? Realmente o tempo passa e com ele muitas coisas também, inclusive o tempo de mostrar arrependimento. Aí, a dor é para sempre.

Minne disse...

O tempo ajuda, a vontade também e o cotidiano às vezes dá a forcinha que falta. Mas passa.