3 de outubro de 2011

É que eu preciso dizer que eu te amo... tanto!



(eu tocando "Preciso dizer que te amo" - Cazuza)   


E foi assim, meio de repente
Ouvi meu coração bater mais rápido

E mesmo no escuro do quarto, eu conseguia ver alguma coisa brilhar
E foi naquele misto de medo e alegria 

Que eu te falei as letras da música de um poeta
E eu acho até que me embolei, uma ou duas vezes
Em meio aos meus risos nervosos e descontrolados
E quando eu fui dizer o verso principal, eu parei, respirei fundo e soltei
Sem nem saber o que vinha do outro lado da linha:



"E eu não sei que hora dizer
É que eu preciso dizer que eu te amoTe ganhar ou perder sem enganoÉ, eu preciso dizer que eu te amo tanto
Me dá um medo, que medo"
ps: História Real

6 comentários:

Erica Ferro disse...

Ah, como eu amo essa música!
Sabia que eu tô meio que nessa de precisar de dizer que gosto tanto de um certo alguém? E essa necessidade tá quase me roubando a sanidade.

Ah!

O que faço eu?

Dásio Junior disse...

Amar esta na essencia de cada um....

RosaMaria disse...

Amo amo essa música!

Um beijo.

Celso disse...

Curto mto essa música. Vc me surpreendeu como música tbm rs. E lindos os versos iniciais. Ah, o amor, seus medos e suas recompensas. O medo de amar é um dos que valem sim a pena ser vencidos, né?! Adorei

Marcelo R. Rezende disse...

A história por si só já é linda. Contigo cantando a música, fica tudo mais poético e apaixonado.

Um beijo.

Lorena Marques disse...

Puro talento, menina.
Parabéns.