26 de setembro de 2011

#Musicar



Sei lá...
Tem dias que a gente olha pra si
E se pergunta se é mesmo isso aí
Que a gente achou que ia ser
Quando a gente crescer
E nossa história de repente ficou
Alguma coisa que alguém inventou
A gente não se reconhece ali
No oposto de um déjà vu
Sei lá...
Tem tanta coisa que a gente não diz
E se pergunta se anda feliz
Com o rumo que a vida tomou
No trabalho e no amor
Se a gente é dono do próprio nariz
Ou o espelho é que se transformou
A gente não se reconhece ali
No oposto de um vis a vis
Por isso eu quero mais
Não dá pra ser depois
Do que ficou pra trás
Na hora que já é!

2 comentários:

Erica Ferro disse...

Bela música!
Acho que quem tem o mínimo de sensibilidade, pensa nessas questões retratadas na música.

Um abraço, Jéssica!

Vênus, Vanessa. disse...

É linda a letra dessa música.