6 de agosto de 2011

#Blábláblá

Foi ouvindo hoje a rádio Itaparica Fm, daqui de Salvador, no programa "Homens de Roxo", com Wanete Carvalho e César Marques, que eu pude repensar sobre o que estou fazendo nesse mundo. Escutei atentamente e com certa revolta e nojo da sociedade o discurso de Wanete sobre a fome. Ao invés de nos preocuparmos com coisas que realmente são preocupantes, que são serias, as vezes perdemos nosso tempo lutando por algo patético, fútil. A cada 3 SEGUNDOS uma criança morre de fome, e porque ao invés de brigar para que a copa do mundo comece por essa cidade ou outra, eu não luto para que o governo, as autoridades, gastem o nosso dinheiro salvando essas crianças da fome, salvando o nosso povo da miséria?! Com a educação, com a saúde pública?!
Fico me perguntando onde está a nossa capacidade de se sensibilizar, de se tocar com tamanha crueldade! Esse mundo capitalista atual está cada vez mais nos tornando seres humanos frios e opacos. Só queremos vencer e ganhar dinheiro a todo custo. Nos fechamos na nossa bolha e nem olhamos para o nosso lado.

Isso só nos torna mais parecidos com os animais irracionais, que vivem na selva e a lei que predomina é a do mais forte.

Somos seres HUMANOS, pensantes, e por isso, deveríamos acima de tudo cultivar valores como o amor, a solidariedade, a justiça.
Vamos parar de pensar no próprio umbigo e dar o nosso melhor para essa sociedade que está mesmo decadente, mas que ainda pode mudar. Basta acreditar.

3 comentários:

Rafael Ayala disse...

Jéssica, vou te contar um negócio, ou mais de um: texto ótimo, muito bom mesmo. Crítica bastante feliz e oportuna.
Estão preocupado com estádio enquanto nossas crianças morrem de fome...
As outras duas são: a tua fase amorosa coincide com a minha, me vejo muito em teus escritos.
Segundo: eu tô preparando um texto sobre o ser humano (por enquanto, só na cabeça ainda).
E acho muito legal essa feliz coincidência.
E vamos que vamos!
Beijos e abraços
=]

Thaís. disse...

Já escrevi sobre isso no blog, uma vez. Renato Russo já nos alertava do mundo doente que vivemos. E de quantos espelhos a gente já quebrou para não ver os problemas que nos rodeiam.

:*

Sandro Honorato S. disse...

Olá :)
Adorei a texto.
E concordo contigo ...acho que o homem hoje em dia esta "menos humano".

Ah sim,já ouvi a múisca na voz da Maria Rita...são lindas as versões mas bem tristes :S

Beijos e tudo de bom
Tenha uma ótima semana
..................
RIMAS DO PRETO