25 de agosto de 2011

#Blábláblá

Vamos falar da vida.

Tenho por mim que a gente só começa a pensar na vida mesmo, depois que pensa na morte.
É quando a gente se conscientiza que o fim chegará que a gente pensa em aproveitar.
E o fim mesmo, talvez não exista, seja só mais um início, quem sabe?
Entre a dúvida e a certeza, me afirmo na vida. A que eu ganhei de um ser maior.
E por essa, eu lutarei até o fim para ser completamente feliz. Fazer valer à pena.
Porque se de um zilhão de nadadores no interior da minha mãe, eu venci. Por que que agora eu vou sobreviver? 
Eu não, quero viver intensamente e deliciosamente.
Foi pra isso que eu vim. E vai ser assim que lembrarão de mim quando restar só o meu nome:
A menina que viveu, acreditou, se deliciou e sorriu, até o fim.


ps: Gente, tudo bem? Sim, essa na foto sou eu @jessicatrabuco  :)
Fiquei dois dias sem postar no blog devido a probleminhas de saúde, mas já estou de volta!
Obrigada pelas visitas e comentários, estou muito feliz.

Um abraço a vocês, meus queridos.

8 comentários:

Isaac Abda disse...

Muito pertinente o seu post... há aqueles que acham de mal gosto tratar desses assuntos, mas penso que quanto mais se reflete sobre a vida e consequentemente sobre a morte, vivemos melhor, intensamente, porém com responsabilidade.

Legal, Jéssica!

Geraldo de Lima disse...

Muito bom o post, Jéssica... Refletir na vida em geral e na própria existência pode nos ajudar no encontro de objetivos grandiosos e meritórios...

Quanto à sua saúde, espero que esteja bem melhor...

Em tempo: Deve ser muito bom tocar violão... Apesar de já ser beeem velho, um dia eu também aprendo (quem sabe?...) Abraço amigo, cuide-se bem...

Israel Marinho disse...

Viajei mesmo em sua poesia, muito profundo virei fã!

Inercya disse...

Mesmo que o fim esteja perto, sempre pensar assim, aproveitando e vivendo intensamente. :)
:*

Emi disse...

É por isso que eu sou sua fã, Jéssica. Além de ser um exemplo de pessoa que acredita no que acredita sem se importar com o que os outros pensam, é portadora de valores lindos. Eu amo o otimismo que vejo nos seus textos. Bom mesmo é ser assim, e viver uma vida digna de ser lembrada pelos intermináveis momentos de felicidade e intensidade.
Ah, e fiquei muuuuuuuuito feliz por ter gostado do ''Sonha, sonhadora'' que eu escrevi. Vi a sms do Twitter quando estava no ônibus hoje e sorri feito boba, rsrs *-* Obrigada!
Beijos, minha conterrânea querida!

Thiago Ribeiro disse...

E mais uma supresa: além de escrever lindamente, a Jéssica Trabuco também toca violão!! É uma super artista!
Bjks!

HONORATO,Sandro. disse...

Olá :)
Gosto de falar da vida não...sempre que penso nela...acho que sou um merda e que nao fiz nada :(

Po,gostei da foto.
Pra falar a vdd,sempre quis aprender a tocar violão :)
E que bom que tenha melhorado de saúde :)

Beijos e um ótimo fds
......................
RIMAS DO PRETO

Camila Márcia disse...

E a morte nos faz refletir mesmo sobre a vida.

Ameih.
Refletirei sobre isso
como quem vê um reflexo no espelho....

Abraços.