17 de agosto de 2011

Culpada!


Já que vão falar de mim de qualquer jeito, eu prefiro fazer.
E se perguntarem por mim pode dizer: culpada!

Sorrirei confirmando do meu palco e o melhor é que todos estarão lá me observando e aplaudindo a minha felicidade.
Sei que irão me apontar, criticar...
Mas sei também que terão inveja da minha coragem de ser feliz.

8 comentários:

Inercya disse...

Fazendo ou não fazendo, já falam. Então, que diferença irá fazer, né? Que seja culpada, que seja feliz, que seja invejada (:
:*

Marisa Ferreira disse...

Só não tens que te arrepender de nada que faças. Tudo vale a pena se a alma não é pequena. =) *

. disse...

Faça! Curta! Aproveite!
Arrisque mais e viva! =)

Anônimo disse...

Falem bem ou falem mal, o importante é falar da gente! rsrs
Fazemos a diferença!

Bjs
Lindo seu poema

Fábio Dias R.
www.ocabidefala.com

Natália Rocha disse...

O essencial é viver. E só vive quem não tem medo de ser quem realmente é, sem máscaras, sem medo de ser feliz.

A-do-rei!

um beijo*

Ana Carolina Lima Da Rosa disse...

Se não fazemos falam, se fazemos falam, então hoje não tem quase mais diferença;
Vão falar de nós igual.

Geraldo de Lima disse...

Olá, Jéssica... Este é meu primeiro comentário e sou um recente seguidor de seus blogs. Achei o mini-conto muito bom e confesso que tenho vivenciado uma história em que, apesar de estar e ser muito feliz atualmente, ainda assim, minha consciência me acusa em face de muitas críticas que tenho recebido. Espero que algum dia possa ter um sentimento mais equilibrado sobre tudo isso... Felicidade é o que desejo a você... Cuide-se bem, cuide-se sempre... Obrigado pela oportunidade de participar deste espaço.

Camila Márcia disse...

Não imposta o que se faça. Por mais que seja bom, as pessoas sempre vão colocar defeito, sempre vão dizer que estamos errados.

Abraços!